FORTALEZA - Iconografia do esplendor e do esquecimento é um projeto que une dança e fotografia para pensar modos de se relacionar e sobreviver com e na cidade. 60 edificações foram mapeadas, registradas e estudadas. Em 20 delas os bailarinos integrantes da Cia Dita posaram nus como forma de propor uma reflexão sobre estes espaços, tradicionalmente criados sobre forte segregação social. 

O trabalho, executado em 5 anos, veio a público em 2019 como espetáculo de dança com direção de Fauller e ainda se desdobrará em publicação.